Bosque da Princesa, Pindamonhangaba

De porto fluvial, a presente de casamento e atualmente, área de lazer, turismo e conservação do patrimônio histórico.

De importante porto fluvial, a presente de casamento e atualmente área de lazer, turismo e conservação do patrimônio histórico.

O Bosque da Princesa, localizado à beira do Rio Paraíba do Sul, antes de se tornar esta área verde, era na verdade, um porto fluvial.

Importante ponto de escoamento de alimentos e produtos da cidade e também da vizinhança que chegavam pelos trilhos das Estradas de Ferro D. Pedro II e Central do Brasil, os barcos chegavam e saíam de Cachoeira Paulista descendo o rio, para novamente serem embarcados na malha ferroviária em direção ao Rio do Janeiro e vice-versa. O porto também atendia o transporte de passageiros.

Por volta década de 1860, o Barão da Palmeira que residia no palacete onde hoje se encontra o Museu Histórico e Pedagógico de Pindamonhangaba, tinha uma visão privilegiada do porto onde os produtos provenientes de suas fazendas, também eram escoados. Por ocasião da visita da Princesa Izabel na cidade, recém casada com Conde D´Eu, o Barão solicitou a um botânico para remodelar o porto para presentear o casal. Foram trazidas espécies da Europa como as palmeiras imperiais que eram o símbolo da realeza, assim como se manteve as especies nativas, muitas delas ainda conservadas até os dias atuais.

O Bosque também é importante ponto de escoamento das águas que descem as montanhas da Mantiqueira em direção ao rio. Nas diversas adaptações ao longo de sua história, formaram-se os lagos contento espécies ornamentais e nativas, que em épocas de superpopulação são abertos para a pescaria dos que usufruem o espaço, nas semanas que antecedem a celebração da Semana Santa.

Atualmente, o Bosque da Princesa tem um importante papel cultural, social, pedagógico e turístico aquecendo inclusive as economias criativas. Apresentações artísticas e atividades ao ar livre que proporcionam o bem estar são, junto com a história do local, os principais atrativos deste espaço.

Um agradável passeio para o descanso e contemplação do rio, da paisagem, do som dos pássaros e até de leitura na Biblioteca Municipal instalada no local, com bancos e mesas ao ar livre.

Aberto todos os dias das 8:00 as 20:00
Endereço:  Ladeira Barão de Pindamonhangaba, s/nº , bairro Crispim

Visite!

Siga-nos e curta nossa Fã Page

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *